Notícias 31/07/2020 - 21:17 - Wanderson Gonçalves/Governo do Tocantins

Fórum Nacional de Secretários da Administração debate desafios da Gestão Pública

O Fórum foi realizado de modo virtual e reuniu representantes de vários Estados e pesquisadores O Fórum foi realizado de modo virtual e reuniu representantes de vários Estados e pesquisadores - Divulgação

Governança pós-crise, reforma administrativa, finanças públicas e gestão baseada em evidências foram alguns dos temas que nortearam o debate dos secretários de Administração e Planejamento de diversos Estados brasileiros durante o 114º Fórum do Conselho Nacional de Secretários de Estado de Administração (Consad) e Conselho Nacional dos Secretários Estaduais do Planejamento Conseplan (Conseplan), nesta quinta e sexta-feira, 30 e 31 de julho, com transmissão ao vivo pelo youtube.

Representando o Tocantins, o secretário da Administração, Bruno Barreto, destacou a importância de o Estado participar no debate. “ A troca de experiência com os diversos gestores no país, nos proporcionaram reflexões importantes, intercalando períodos ante, durante e pensando no pós-pandêmico, compartilhar  soluções e validando-os regionalmente, nos permitirá desenvolver uma gestão pautada na melhoria dos serviços, principalmente na área de gestão de pessoas e de modernização da gestão pública”, ressaltou.

Por meio dos Grupos de Trabalhos (GT’s), o Consad tem buscado fomentar, cada vez mais, discussões em prol da melhor governança pública, assim como incentivar lideranças para desenvolverem a cultura de excelência e a proteção do interesse público. Uma das ações nesse sentido foi a criação do GT de Gestão Estratégica de Pessoas, que tem como objetivo principal o estudo, compartilhamento de conhecimentos e desenvolvimento de soluções para melhorias na gestão de pessoas.

“A ideia é ampliar ainda mais o protagonismo desse GT que é tão estratégico para todo o país. Acreditamos que as pessoas são o combustível essencial para a promoção de uma gestão eficiente e de resultados. Por isso, estamos apostando em ações como essa de agregar, junto aos demais integrantes do grupo, mais conhecimento, experiências e cooperação técnica”, afirma o presidente do Consad e secretário de Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas, Fabrício Marques Santos.

Debate e Planejamento

No primeiro dia do fórum, os secretários e demais autoridades dialogaram sobre a reforma administrativa e os impactos para a gestão pública bem como os desafios do governo, além de desenvolver estratégias para o aperfeiçoamento da máquina pública.

Na ocasião o deputado federal por Minas Gerais, Thiago Mitraud (Partido Novo), presidente da Frente Parlamenta da reforma administrativa, apresentou um panorama e ressaltou a importância da aprovação das reformas no Congresso Nacional e do fórum para reforçar a descentralização e desvinculação de recursos. Mitraud também reforçou a necessidade da reforma administrativa na modernização do Estado, de modo que as ações também sejam benéficas aos servidores. “O desafio é um diagnóstico bastante comum, que é a gente conseguir fazer essa reforma avançar de fato, tendo o cidadão no centro, na qual a necessidade dessa reforma administrativa é a modernização do Estado brasileiro para melhorar a oferta de serviços públicos para o cidadão, assim, propiciar que os secretários e governantes possam colocar as finanças de cada região em dia”, enfatizou.

O ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, contribui com o debate discorrendo sobre a governança pós-crise e destacou a diferença entre governança e gestão.  “A governança é direcionar é ter um visão macro, é diferente de gestão, que é algo mais executivo, no âmbito do agir. Por meio da governança podemos chegar a um patamar de desenvolvimento, melhorando os pilares, que são a segurança, educação, saúde, infraestrutura”, destacou.

O segundo dia foi marcado por debates relacionados às finanças públicas e a crise fiscal, que a maioria dos estados brasileiros enfrenta, destacando a Palestra do Ricardo Paes de Barros, professor no Insper  um dos maiores estudiosos sobre pobreza e desigualdade no Brasil, responsável pela concepção técnica do programa Bolsa Família. EM sua palestra destacou valores estruturantes para a boa gestão e o papel da importância da evidência científica nos dilemas atuais.

As trocas de experiências com a situação fiscal de outros estados permitiu vislumbrar um panorama da situação do país e as ponderações feitas pela painelista Priscilla Maria Santana contribuíram para elucidar a retomada dos governos ao equilíbrio fiscal.

Durante os dois dias de evento, os secretários e técnicos participantes discutiram sobre importantes temas que permeiam os desafios da Gestão Pública no país.  Para o secretário, o Consad é um protagonista na discussão dos grandes temas de administração e gestão pública. “Com os debates promovidos pelo Consad conseguimos desenvolver pesquisas e indicadores para uma gestão mais eficiente e voltada para a melhoria na oferta de serviços ao cidadão” ponderou.