Notícias 20/08/2019 - 18:16 - Daianne Fernandes/Governo do Tocantins

Processo de modernização do Plansaúde é apresentado durante coletiva na Secad

Coletiva foi realizada na sede da Secad em Palmas Coletiva foi realizada na sede da Secad em Palmas - Antonio Gonçalves -SECOM TO
Participaram da coletiva, o secretário da Administração, edson Cabral, o diretor do Plansaúde, Ineijain Siqueira e a superintendente de Beneficios ao cidadão da Secad, carol Bueto. Participaram da coletiva, o secretário da Administração, edson Cabral, o diretor do Plansaúde, Ineijain Siqueira e a superintendente de Beneficios ao cidadão da Secad, carol Bueto. - Antonio Gonçalves -SECOM TO

A Secretaria da Administração (Secad) realizou na tarde desta terça-feira, 20, uma entrevista coletiva sobre o Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (Plansaúde) que atende mais de 81 mil usuários e vem passando por um processo de modernização da gestão.

O secretário da Administração, Edson Cabral, explanou acerca da situação financeira do plano, destacando a capacidade de sustentabilidade do Plansaúde.  “O Plansaúde é viável e de extrema importância para o servidor público tocantinense, mas precisa de adequações”, afirmou.

Mudanças que vem sendo construídas desde o início do ano com transparência, diálogo e participação ativa de representantes dos servidores e dos prestadores de serviço, enfatizou a superintendente de Benefícios e Atendimento ao Cidadão, Carol Bueto. “O pontapé inicial foi o Workshop do Plansaúde realizado em abril, depois montamos um grupo de trabalho que vem ativamente conversando e trocando experiências e sugestões, como foi o caso do processo de construção do manual do credenciado e a tabela de valores que está em discussão”, disse.

Metas

Entre as metas para a modernização do plano, o secretário da Administração destacou a ampliação do canal de comunicação direta com os prestadores da rede credenciada e a unificação e atualização da tabela do Plansaúde. Também a implantação de ferramentas como a biometria, um sistema integrado de auditorias e o aplicativo para usuários.

Pagamento

Falou ainda que o Plansaúde irá quitar, nos próximos dias, cerca de R$ 18 milhões em dívidas já auditadas e prontas para pagamento. Explicando como funciona o fluxo de pagamentos do Plano, que é contínuo e transparente. “Todas as despesas do Plansaúde seguem um cronograma contábil que é comum quando se trata de pagamentos do governo, que dependem de licitação e de auditorias que comprovam que o serviço solicitado foi executado da maneira correta”, disse.

Conselho e novos profissionais

Também pontuou que a nomeação do Conselho Fiscal estava dentro do cronograma de ações do Plansaúde. E que ainda esta semana, o Conselho deve ser convocado para uma primeira reunião.

Sobre o processo de entrada de novos profissionais, esclareceu que o processo está sendo conduzido pela Secretaria da Fazenda e Planejamento (Sefaz), que já está recebendo os documentos dos interessados em se credenciarem.

Edson Cabral frisou também que todos os questionamentos acerca do edital foram respondidos e que não houve nenhuma impugnação judicial do processo. “O documento é público e pode ser consultado por qualquer usuário ou prestador de serviço”, apontou.